Copa do Mundo em Porto Alegre: o que deveria ser discutido

Charge do Kayser

Detesto novelas. E essa da “parceria” do Inter para reformar o Beira-Rio (quem tem um parceiro desses, precisa de inimigos?) está chata demais. Já encheu o saco.

Para mim, tanto faz a Copa do Mundo de 2014 ser jogada no Beira-Rio ou na Arena do Grêmio – só não quero que vá dinheiro público para estádio. O importante eram as melhorias na infraestrutura urbana que depois seriam “o legado da Copa”. Porém, a cidade será apenas “maquiada”. Pois certos problemas Porto Alegre continuará a ter.

Tipo, como se deslocar pela cidade sem ficar preso em congestionamento, e sem correr risco de levar um banho de um motorista sacana. Aí embaixo está uma minúscula amostra das consequências do temporal que atingiu Porto Alegre no final da tarde desta quarta-feira. (Aliás, não esqueçamos que a Copa será disputada no inverno, época em que costuma chover mais por aqui…)

E isso sem contar problemas ainda mais graves, como o caos na saúde. Será que o povo realmente acha a Copa mais importante do que um bom atendimento nos hospitais e postos de saúde?

About these ads

5 comentários sobre “Copa do Mundo em Porto Alegre: o que deveria ser discutido

  1. Pingback: Sul 21 » Copa do Mundo em Porto Alegre: o que deveria ser discutido

  2. Cara isso de reforma de estádio é pura balela…As pinta querem é meter a mão na grana de qualquer jeito e daí a pacífica masa de manobra orquestrada pela mídia corporativa vai chorar pra Dilma fazer a copa…A qualquer custo…Porto Alegre não consegue ter uma Câmara municipal que pense na própria cidade vai fazer copa pra gringo? Vamos é tirar essa camarilha ladra do poder e logo…é esse ano…

  3. Pois é, tche, eu tava na cidade baixa pela tarde ontem, quando choveu. Em frente ao colégio Rio de Janeiro se formou uma piscina de esgoto bem na hora da saída das crianças. Mas o que não sai do jornal é essa maldita construção de estádio para essa maldita copa! Não quero Copa aqui no Brasil pq tem muita gente que vai terminar rindo de tão rico.

  4. Pingback: Do “Forno Alegre” para o “Caos Alegre” | Cão Uivador

  5. eu tbm concordo com o fato de algum jogo ser aqui,a cidade nao tem condiçoes de receber tantos gringos ,e acredito q nao vai dar tempo de fazer tudo q querem no brasil ate a copa

Os comentários estão desativados.