Acabou a farsa

Antes de qualquer coisa, quero deixar bem explícito o meu repúdio aos acontecimentos de ontem no Rio de Janeiro, envolvendo militantes do PT e do PSDB. Por mais que houvesse motivos para protestar contra Serra, foi uma atitude extremamente burra: afinal, o candidato tucano estava acompanhado por muitos apoiadores, ou seja, obviamente o resultado seria a confusão que se viu – e, saindo na “grande mídia”, a probabilidade da notícia ser tendenciosa pró-Serra era enorme.

Por sorte, foi justamente um dos veículos desta “grande mídia” que acabou desmascarando a farsa que os demotucanos estavam tentando construir: a de que Serra levara uma “pedrada” durante o tumulto. O vídeo do SBT mostra muito bem: o candidato foi atingido por um objeto que não é claramente identificável, mas parece ser uma bolinha de papel (colégio, lembram?). Tanto que ele sequer leva a mão à cabeça na hora, o que seria natural se fosse um objeto mais pesado, que causasse dor. É só mais adiante, provavelmente orientado por assessores, que Serra age como se estivesse sentindo dor.

Mas ao mesmo tempo que repudio o acontecido ontem, também não posso deixar de dizer que Serra “colheu o que plantou”. Pois sua campanha só tem pregado o ódio, a intolerância.

O ideal é que não se caia em provocações de adversários – pois tudo o que eles querem é confronto, para posarem de vítimas. O problema é que ninguém tem “sangue de barata”, e por isso é que eles provocam.

About these ads

7 comentários sobre “Acabou a farsa

  1. Pingback: Tweets that mention Acabou a farsa « Cão Uivador -- Topsy.com

  2. Por acaso a Globo não fez um editorial contra os “inimigos do progresso”, contra os “contra tudo”?
    A gente já viu esse filme muitas vezes…

  3. Se tivesse que definir o segundo turno desta eleição em uma palavra eu utilizaria a palavra “dissimulação”.

    É a Dilma defendendo a privatização da Infraero com uma mão e criticando o Serra de privatista com a outra; é o Serra criticando a Dilma pelo aborto com uma mão e com a outra segurando a sua esposa que abortou; é o Serra falando da Eurenice e a Dilma do assessor fujão; enfim; uma dissimulação completa da realidade.

    Ganhe quem ganhar estaremos ferrados!

  4. Acho que foi positivamente ousado por parte do SBT levar essa matéria ao ar como foi. Está evidente que foi uma força. Adorei!

Os comentários estão desativados.